sábado, 2 de outubro de 2010

O bizarro 50 Cent e suas frases imbecis...

Frase da semana: "Se você é um homem com mais de 25 anos e não come bo**ta é melhor se matar. O mundo seria um lugar melhor", postada no twitter pelo rapper 50 Cent. Não é a primeira vez que o "cantor" inventa de dizer algo contra os homossexuais, frases como "Eu e os gays não temos muito em comum. Prefiro sair com um cara hétero. Mas mulher que gosta de mulher, isso é legal" dita em 2004 durante uma entrevista.
A relação que o rap e o hip hop tem com a homossexualidade é bastante complicada e isso não é novidade pra ninguém. O estereotipo do negão, pocado na malhação, vestindo calças folgadas, sem camisa, arma em punho e cercado de mulheres negras travestidas de prostitutas de luxo faz sucesso em 9 entre 10 clips. A homossexualidade seria muito mais que uma aberração neste meio, seria uma ofensa. E os rappers norte americanos explicitam suas escolhas da forma mais bizarra possivel.
Mas existem rappers homossexuais? Sim. E rappers negros gays? Com certeza, já postei sobre isso aqui. E eles tem força e público cativo pelos EUA. e com esta força 50 cent ficou intimidado, tentou se esquivar dos comentarios que fez e soltou essa: "Noite passada fiz uma brincadeira sobre sexo oral. Meus amigos homens gostaram. Então fiz piada com mulheres recebendo sexo oral e alguns fizeram de uma simples brincadeira um comentário anti-gay. Não tenho nada contra pessoas que escolhem um estilo de vida alternativo. Na verdade já disse publicamente que minha mãe amou mulheres".
Se voce adora 50 Cent cuidado... Burrice pega!

4 comentários:

Anônimo disse...

cara voce nao tem o que fazer da vida nao?tem que falar mal do 50 cent para se divulgar...
vai arranjar o que fazer e deixa o cara em paz seu desocupado.
G-Unit!!!!!!!!!!!!!
50 Cent viado!!!!!!

Anônimo disse...

concordo vai procurar o que fazer mermão...tehno orgulho de ser negro e ouvir 50 cent!

cuzão

Alex Bahia disse...

Caro Blogueiro, sou negro, rapper e não concordo inteiramente com o que postou, não são todos os rappers que fazem essa apologia sexista do machão a qualquer custo, da filosofia das armas em punho e da exploração corporal da mulher. Quem vem da velha escola do movimento cultural hip hop procura encontrar a "harmonia" para que não haja nenhum tipo de violencia e exploração, pois a maioria vem das favelas desse brasil. Agora se estamos falando de uma meia duzia que idolatra os estadosunidenses...prefiro nem comentar, pois como sabemos bem, o povo brasileiro tem uma ideia fixa que "o produto americano é melhor". Raras exeções no RAP norte americano...50 cent, é produtinho da midia, assim como Eminem...

Filipe Harpo disse...

Hum, opiniões, opiniões... Que bom que não concordou (rsrs) e que bom mais ainda é saber que uma outra geração de rappers no Brasil está formada já! Valeu pelo comentário bem formulado e por ter acrescentado aos comentários. E também por se revelar... ter opinião e ser anônimo é foda!